sexta-feira, 28 de maio de 2010

Coité: irmãos asaltantes morrem em confronto com a Polícia

Depois de ser informada do assalto a um mercadinho em Chapada de Riachão do Jacuípe, uma guarnição da Polícia Militar de Conceição do Coité, iniciou uma perseguição que terminou com saldo de duas mortes.

Tudo aconteceu por volta das 08h desta sexta-feira (28), quando os dois homens armados invadiram um mercadinho que fica no centro do distrito de Chapada e anunciaram o assalto. Eles estavam em uma Honda GC, Titan KS, cor vermelha, placa policial, JRM 3666, licença de Valente (roubada). Após praticarem o assalto seguiram sentido Coité, onde passaram pelo povoado de Almas, foram até o distrito de São João, usando a conhecida Estrada Velha de Almas/Coité, onde tentaram comprar combustível para o veículo.
Quando parecia que a dupla havia desaparecido, a guarnição foi informada da tentativa de assalto a um bar no povoado de Gameleira, município de Retirolândia. À 10 km de Coité, na Fazenda Mateus, estrada de Coité/Nova Palmares, a polícia encontrou com os assaltantes, onde segundo a polícia começaram a atirar, havendo reação da guarnição.
Na troca de tiros, os assaltantes foram alvejados e levados para o pronto-socorro do Hospital Almir Passos onde chegaram sem vida. Ainda sem identificação, pois não portavam documentos, foram encaminhados para o necrotério do HAP e só depois a Polícia Militar conseguiu identificar.
Assaltantes - Os dois homens mortos em confronto com a polícia são irmãos e trata-se de Edmar Rocha Silva, 31 anos, conhecido por Dé, residente na Rua Duque de Caxias, 337, segundo dados do Portal SSP/BA e respondia um processo por assaltar e ferir um policial na perna, durante o roubo de uma moto no povoado de Barreiras, em Teofilândia, onde ficou pr
eso e depois foi transferido para o presídio de Serrinha, sendo solto a pouco mais de um ano. Dé possuía um mandado de prisão datado de 10 de março de 2005.
O outro, Sidney Rocha Silva, 33 anos, conhecido por Ney Moto-Taxi, residente na Rua Duque de Caxias, 988, respondia quatro processos e estava preso na Penitenciaria de Serrinha e foi beneficiado com o indulto do dia das mães, porém não retornou ao presídio, conforme estabelecia a regra do indulto. Ney ficou muito conhecido da comunidade, pois acostumava assaltar mercadinho e farmácias na cidade de Coité e chegou a ser preso pela polícia na cidade de Retirolândia e ao ser transferido para a delegacia de Coité, saltou da viatura em movimento e fugiu algemado.
Em poder dos assaltantes mortos, a polícia encontrou R$ 140,00, no bolso de Ney e R$ 145,00, mais um celular, com Dé. Além de dois capacetes, uma camisa de marca e dois revolveres,
calibres 38 e 22, além da moto que foram entregues ao delegado Gustavo Coutinho.
Segundo um dos policiais que estava na operação e pediu para não ser identificado, foi tudo muito rápido, pois "quando eles avistaram a viatura, sacaram as armas e começaram atirar e fomos obrigados a revidar. Prestamos socorro, mais de acordo os médicos de plantão, chegaram sem vida".
História da moto - A moto utilizado nos assaltos pertencia ao agricultor familiar Hermes dos Santos Araújo, residente na Fazenda Mato Grosso. Na tarde de quinta-feira (27), ao falar para o CN, o proprietário, disse que estava trabalhando na fazenda Tanque Novo, plantando mandioca, quando apareceu um homem armado com revolveres, possivelmente 38, e anunciou o assalto, afirmando que queria a moto e pediu que não reagisse. "Antes de me assaltar, ele prendeu meu amigo, amarrou dentro de casa e forçou-o a dizer que eu estava com a chave da moto", contou.
Segundo o agricultor, o assaltante deu ordem para que ele fosse até a casa da fazenda, onde estava a moto e cheg
ando lá, encontrou o amigo amarrado e foi obrigado a ligar o veículo e conduzir até a cancela da propriedade, que estava trancada com um cadeado. "Durante todo o tempo, eu estive sob a mira do revólver e não vi outra pessoa". (Ele dizia que era assaltante e que havia tirado uma vida de uma pessoa que reagiu o assalto, assim consta no BO). "Quando abrir a cancela, ele que veio na garupa até a cancela, assumiu a direção e seguiu sentido Valente", narrou o fato, que também está registrado na Delegacia de Valente. (Calila Notícias)
Por: Valdemí de Assis / fotos: Raimundo Mascarenhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário